Conheça Anne with an E

Primeiramente quero dizer que eu relaxei bastante com o blog e passei muito tempo sem escrever nada (shame on me), tinha várias ideias sobre o que postar e etc, porém as ideias não iam para o papel (nesse caso para o word), mas sinto que dessa vez vai hein?!

O post de hoje é para falar e recomendar uma série maravilhosa para vocês. Isso mesmo que vocês leram no título, Anne with an ‘E’. É uma série oficial da Netflix e é baseada no livro Anne of Green Gables, de uma escritora canadense chamada L.M. Montgomery e foi publicado em 1908 (pois é, antigamente), daí vocês me perguntam: what the hell is Green Gables?  Mas isso eu vou contar logo mais.

anne1.jpg

Saibam que esse post não terá spoilers, então vamos lá!

Anne é uma menina órfã, que foi adotada por engano por dois irmãos. Ué, mas como assim? Os irmãos Marilla e Matthew Cuthbert, que moram em Green Gables (daí o nome do livro), na cidade de Avonlea, pretendiam adotar um menino para ajudar Matthew na fazenda, mas como em mil novecentos e antigamente não tinha telefone, nem um site para entrar em contato, a informação chegou errada até o orfanato e eles acabaram adotando a menina Anne por engano.

Ao conhecer Anne você se apaixona logo de cara. Ela é uma menina bastante inteligente, que apesar dos meios em que vivia, gostava de ler livros e tinha um vocabulário avançado para a época, principalmente por ser uma menina órfã e que não tinha nenhum poder aquisitivo (o famoso dinheiros). Sabe aquelas crianças que gostam de tagarelar? A Anne é uma delas. Adora conversar, o que acabava irritando muita gente.

anne3.jpg

Uma menina de 13 anos que sonhava pelo dia em que seria adotada e ter um lar e uma família. Porém, ao chegar à fazenda Green Gables, causa o descontentamento de Marilla, que resiste bastante a chegada de Anne já que eles deveriam adotar um menino para ajudar nos afazeres. Vocês já devem imaginar a tristeza que a Anne sentiu por ser rejeitada logo que chegou ao seu tão sonhado lar, né? A partir daí várias lágrimas foram derramadas por Anne e por mim, chorei horrores, mas não vou entrar em muitos detalhes, vocês têm que ver por si só.

A série trata de assuntos como o bullying, igualdade de gênero (amém, Anne) e relações homoafetivas. É bastante gostosinha de assistir, pois é uma série leve, não é nada daquelas séries com morte, guerra, tiros e sexo, por exemplo. Chorei horrores em TODOS os episódios (nunca mais tinha chorado tanto assistindo algo), pois é uma série que te faz pensar e se colocar no lugar da Anne, eu acabava me pondo no lugar dela e muitas vezes me sentia como ela se sentia. Me lembrou bastante o filme Heidi (mas isso será assunto para um próximo post). O primeiro episódio é o maior de todos, com 1h e 30 minutos, os demais têm 45 minutos. E sabe qual é a melhor parte? A Netflix confirmou a segunda temporada!!!

Espero que vocês tenham gostado da dica (eu mesma já quero ver de novo). Quando assistirem venham aqui no blog e me digam o que acharam da série.

Comentários do Facebook

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *